domingo, 25 de setembro de 2016

Desconhecido...

O amor é uma peça específica do nosso enorme quebra-cabeça. Alguns dirão que é a maior peça de todas e que, muitas vezes, passamos por nossa vida inteira tentando encontrá-la. É engraçado porque é aparentemente impossível encontrar alguém exatamente como queremos, mas, ao mesmo tempo, o ser humano gosta de se sentir desafiado e essa vontade é suficiente para ir atrás. Acho isso bonito. Talvez os livros não teriam tanta graça se tudo fosse igual ao que sonhamos ou imaginamos. A arte da vida é moldada através das surpresas. Os desafios nos fazem querer mais, nos fazem lutar. Sempre, sempre, vamos sentir falta de algo. Sempre vamos querer ir de encontro às novidades. E, ao mesmo tempo que o desconhecido nos assusta, ele nos fascina de igual forma. A vida é assim, fascinante, incrivelmente sedutora e, posso garantir, absolutamente surpreendente. Quando a gente menos espera ela vem e nos coloca exatamente onde precisamos estar e aquilo que procurávamos incansavelmente aparece bem ali, na nossa frente. O segredo é se entregar ao desafio de lutar.

2 comentários: